top of page

Sexta etapa de apreensão de animais é realizada pela PRF em rodovias no Piauí

Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a sexta etapa da operação de apreensão de animais em Picos (PI) e cidades vizinhas, nas BRs 316 e 407. A ação aconteceu em parceria com a prefeitura municipal e ocorreu entre os dias 14 e 19, com o objetivo de reduzir os riscos associados à presença de animais soltos nas vias locais.

Durante a operação, foram afastados aproximadamente 41 animais das vias federais, sendo que 20 deles foram recolhidos por seus proprietários. Além disso, outros 42 animais foram recolhidos pela PRF até o curral do município, incluindo bovinos, asininos e equinos, que representavam uma ameaça à segurança dos usuários das vias.

A cidade de Picos tem enfrentado um aumento nos acidentes envolvendo animais nas rodovias federais, o que tem gerado preocupação na população, na prefeitura e nos agentes de trânsito.

Recentemente, foram registrados dois acidentes graves com envolvimento de bovinos na região de Picos (PI), um desses acidentes ocorreu em uma rodovia estadual da região e resultou em uma vítima fatal. Esses incidentes serviram de alerta para a necessidade de medidas mais efetivas para evitar que animais permaneçam soltos em áreas de tráfego intenso.

Com o intuito de conter a frequência desses acidentes, a PRF está intensificando a fiscalização de animais soltos nas rodovias federais do Piauí. Além disso, a instituição reforça a importância de conscientizar os motoristas sobre como agir ao se depararem com animais soltos na via.

Recomenda-se que, ao avistar um animal na estrada, o condutor diminua a velocidade de maneira segura, evitando o uso de buzina ou faróis intensos. Caso necessário, é aconselhado fazer uma manobra segura para desviar do animal, evitando assim reações imprevisíveis que possam colocar em perigo tanto os ocupantes do veículo quanto o próprio animal.

Essa ação da PRF reflete o compromisso em garantir a segurança nas estradas, bem como a conscientização da população sobre a importância de coexistir com os animais de forma responsável e segura. A expectativa é que, com ações coordenadas e conscientização contínua, além de ações educativas, seja possível reduzir significativamente os riscos decorrentes da presença de animais soltos nas vias do município.

Fonte: Campo Maior em Foco

0 comentário

Commenti


bottom of page