top of page

Rendimento dos 1% mais ricos do Piauí cresce 59% em um ano, aponta IBGE

De 2022 a 2023, o rendimento médio mensal por pessoa dos mais ricos saltou de R$ 12.447 para R$ 19.859. Enquanto isso, os 5% mais desfavorecidos da população têm renda per capita de R$ 117, segundo dados do IBGE.

Essa discrepância foi destacada pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (19). A análise revela uma disparidade significativa entre as faixas de rendimento.

Em comparação com os 5% mais pobres, a renda dos 1% mais ricos é 169 vezes maior. Os mais abastados também experimentaram o maior crescimento de renda de um ano para o outro, com um aumento de 59,5%.


Foto: João Brito


Logo em seguida, os 5% mais ricos registraram um aumento de 34% em sua renda média mensal, passando de R$ 4.710 para R$ 6.315. Por sua vez, os 5% mais pobres também viram um crescimento de 30% em sua renda, elevando-a de R$ 90 para R$ 117 per capita.


Fonte: G1 Piauí

0 comentário

Comentários


bottom of page