top of page

Piauí tem o segundo maior rendimento domiciliar per capita do Nordeste em 2023, aponta IBGE

Com uma média de R$ 1.342,00, o Piauí apresentou o segundo maior rendimento domiciliar per capita entre todos os estados da região Nordeste em 2023, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (28).

Segundo o IBGE, o estado piauiense fica atrás apenas do Rio Grande do Norte, que registrou um rendimento domiciliar per capita de R$ 1.373,00 no ano passado. Entretanto, o rendimento dos domicílios no Piauí ficou abaixo da média nacional de R$ 1.893, variando de R$ 945 no Maranhão a R$ 3.357 no Distrito Federal.


Reprodução/internet


O rendimento domiciliar per capita é calculado pela razão entre o total dos rendimentos domiciliares (nominais) e o total dos moradores, levando em consideração os rendimentos de trabalho e de outras fontes. A PNAD Contínua, realizada pelo IBGE desde janeiro de 2012, é uma pesquisa domiciliar amostral que acompanha as flutuações trimestrais e a evolução da força de trabalho, fornecendo informações cruciais para o estudo do desenvolvimento socioeconômico do país.

No que diz respeito aos rendimentos, a pesquisa coleta informações sobre o trabalho em todas as visitas e sobre outras fontes de rendimento nas primeiras e quintas visitas ao domicílio, permitindo a composição dos indicadores anuais de rendimento de todas as fontes com base tanto nas primeiras quanto nas quintas visitas, conforme a necessidade técnica e prática de cada ano.


0 comentário

Comments


bottom of page