top of page

MPPI Recomenda Restrições ao Uso de Celulares em Escolas do Piauí

O Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), por meio de suas promotorias, emitiu recomendação para Secretarias Municipais de Educação e escolas particulares em diversos municípios, incluindo Piripiri, Brasileira, Bom Jesus, Currais e Redenção do Gurguéia, visando impedir o uso indiscriminado de celulares e dispositivos similares durante as aulas.



O promotor Márcio Giorgi Carcará enfatiza a importância de preservar o ambiente de aprendizagem ao restringir o uso de dispositivos eletrônicos que possam interferir no processo educacional.

A recomendação abrange a promoção de medidas administrativas para desligar os aparelhos durante as aulas, exceto quando seu uso estiver relacionado diretamente às atividades pedagógicas. A proibição deve ser comunicada aos estudantes por meio de avisos visíveis nas escolas.

É destacado que o direito de propriedade dos estudantes deve ser respeitado, limitando-se a proibição ao ambiente escolar e ao horário das aulas. O uso dos aparelhos apenas é permitido durante o recreio, desde que não prejudique o ensino.

Contudo, o promotor alerta que, mesmo durante o recreio, se a tecnologia estiver interferindo negativamente na formação ou no aprendizado do aluno, as autoridades escolares têm o direito de exigir o desligamento imediato do dispositivo, com envolvimento dos pais ou responsáveis em caso de resistência.

O MPPI também solicita a conscientização dos alunos sobre os impactos negativos do uso excessivo de celulares na educação e socialização, por meio de campanhas educativas e palestras.


Fonte: MPPI

0 comentário

Comentarios


bottom of page