top of page

Mais cinco policiais são expulsos da PM-PI

O comandante Scheiwann Lopes tomou a decisão de expulsar mais cinco policiais da Polícia Militar do Piauí, incluindo Jean Carlos Nunes Carneiro Júnior, acusado de participar de um arrastão na residência de um empresário. Esta medida segue as conclusões das comissões processantes e foi formalizada na última sexta-feira (26). Anteriormente, o coronel já havia expulsado dois policiais na semana anterior, um por corrupção e outro por acusação de homicídio qualificado.



Comandante da PM-PI, Coronel Scheiwann Lopes

Foto Lucas Dias, GP1


Entre os novos expulsos, destaca-se o soldado Jean Carlos Nunes Carneiro Júnior, preso em julho de 2021 por seu envolvimento em um arrastão na casa do empresário José Abel Paes Landim, em Teresina, junto com a influencer Roani Sampaio.

A decisão do comandante, baseada em documentos probatórios, ressalta que a conduta de Jean Carlos feriu os princípios éticos e morais da instituição ao praticar roubo em conluio com outros indivíduos, utilizando arma de fogo contra o empresário. Isso demonstrou sua incapacidade de permanecer em serviço ativo.

Scheiwann Lopes enfatizou a importância de todos os policiais manterem ética e disciplina, não apenas em suas interações com a instituição, mas em todos os aspectos de suas vidas. Ele destacou que qualquer desvio desses padrões compromete a confiança que a sociedade deposita nos policiais, sendo ainda mais grave quando representam o Estado em sua relação com os cidadãos.

O comandante ordenou ao responsável pelo 17º BPM o recolhimento imediato dos uniformes, insígnias, documentos de identidade militar, porte de arma de fogo e outros bens pertencentes à instituição que estejam em posse do ex-policial militar Jean Carlos Nunes Carneiro Júnior.


Jean Carlos, Thiago Ruan e Francisco Moisés (da esquerda para a direita)


Além disso, outros policiais foram expulsos por diferentes razões, incluindo tentativa de feminicídio, capotamento de viatura, furto de motocicleta e condenação por peculato. O comandante determinou procedimentos similares para o recolhimento dos pertences institucionais em posse desses ex-policiais.


Fonte: GP1

0 comentário

Comentarios


bottom of page