top of page

Idosa queimada por ex-genro, mãe de Helioene, tem piora do estado de saúde; suspeito continua em estado grave


HUT Reprodução/Internet


Maria do Desterro Mota Pinheiro, de 84 anos, mãe de Helioene de Andrade, teve uma deterioração em seu quadro de saúde e foi entubada na manhã desta quinta-feira (16) no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Ela está hospitalizada desde o dia 3 de maio deste ano, quando o ex-companheiro de sua filha a matou e posteriormente ateou fogo em Maria, em sua outra filha e em seu neto, filho de Helioene, de 13 anos, em Altos. Helioene e o filho faleceram em decorrência do ataque.

O crime ocorreu em 3 de maio. O suspeito teria assassinado a ex-companheira a facadas e, em seguida, incendiou a residência. Flávio Henrique, filho de Helioene, permaneceu internado por sete dias no HUT em estado grave e infelizmente veio a óbito em 10 de maio.

Maria e sua outra filha, Joana de Andrade, sofreram queimaduras em 40% do corpo e estão internadas, sem previsão de alta.


Fonte: G1

0 comentário

Comments


bottom of page