top of page

HUT investiga morte encefálica de menina de 3 anos; Polícia apura suspeitas de maus-tratos

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) iniciou o protocolo de morte encefálica de Ane Caroline Gomes Nunes, uma menina de três anos, que foi admitida na segunda-feira (15) com sinais de agressão física. A Polícia Civil está investigando o caso, pois a criança apresenta várias fraturas pelo corpo.

Segundo a família, a menina estava vivendo com a mãe em Esperantina, no Norte do estado, desde janeiro. A investigação também aponta que a menina e sua irmã mais velha, de quatro anos, moravam com a avó paterna em Teresina há vários meses, estando matriculadas em escolas da capital. Em janeiro deste ano, a mãe levou a menina para viver com ela em Esperantina.


Reprodução/Internet


A Polícia Civil de Esperantina foi contatada pelo Conselho Tutelar, que recebeu informações do HUT sobre o caso. A delegada Polyana Oliveira afirmou que a investigação está em andamento, mas ainda não é possível identificar suspeitos.

Além da suspeita de maus-tratos, estão sendo investigados outros crimes, embora não tenham sido divulgados detalhes. Depoimentos foram colhidos e exames foram solicitados.

O protocolo de morte encefálica foi iniciado no hospital de Esperantina, e a menina foi transferida para o HUT no mesmo dia de sua admissão. Na sexta-feira (19), foi aberto o protocolo, mas a confirmação do quadro depende de exames clínicos e de imagem em andamento.


Fonte: G1

0 comentário

Comments


bottom of page