top of page

Educação: Sisu registra maior taxa de participação dos últimos anos

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2024 alcançou a maior taxa de participação em sete anos, com 57,6% dos candidatos aptos se inscrevendo, totalizando 1.271.301 inscrições em relação aos 2.209.175 elegíveis. A edição ofereceu 264.181 vagas em 6.827 cursos de graduação de 127 instituições de ensino superior. Nos anos anteriores (2017 a 2022), a participação variou de 53,6% a 56,7%. Em 2023, o percentual foi de 56%, enquanto em 2024, com o novo formato de inscrição única, alcançou 57,6%.




Segundo levantamento do Ministério da Educação (MEC) em 26 de janeiro, o Sisu 2024 registrou 2.427.929 inscrições, destacando o Nordeste com o maior número (1.000.048), seguido pelo Sudeste (810.542), Sul (266.171), Centro-Oeste (189.774) e Norte (161.394). Os cursos mais procurados incluíram medicina, direito, administração, psicologia, enfermagem, pedagogia, medicina veterinária e ciência da computação.

Das 264.181 vagas, 141.555 foram reservadas para a Lei de Cotas e ações afirmativas. Com a nova Lei de Cotas, o Sisu incorporou as alterações, proporcionando maior acesso ao ensino superior. A avaliação do sistema revelou que 88% dos usuários o classificaram como excelente, bom ou satisfatório.

Os resultados do processo seletivo serão divulgados em 30 de janeiro pelo portal Acesso Único. Diferentemente dos anos anteriores, a lista de espera poderá ser utilizada durante todo o ano para preenchimento de vagas não ocupadas. Os procedimentos são definidos por cada instituição participante. O Sisu, criado em 2010 e regulamentado pela Portaria Normativa n. 21 de 2012, reúne vagas de instituições públicas de ensino superior.


Fonte: Ministério da Educação

0 comentário

Comments


bottom of page