top of page

Chega ao Brasil um novo medicamento de dose única diária para o combate ao HIV

O Ministério da Saúde acaba de distribuir aos estados brasileiros e ao Distrito Federal mais de 5 milhões de doses desse medicamento inovador.

Anteriormente, o tratamento do HIV envolvia a utilização de combinações de vários medicamentos para suprimir o vírus e retardar a progressão da doença. Agora, os pacientes terão a conveniência de utilizar apenas um comprimido diário que combina dois antirretrovirais: o dolutegravir 50mg e a lamivudina 300mg.



Monica Meira, conselheira federal de Farmácia por Alagoas, ressalta que a combinação desses antirretrovirais em um único comprimido diário representa um avanço significativo nos tratamentos disponíveis, simplificando a rotina dos pacientes.

A iniciativa de distribuição desse medicamento faz parte de uma ação do Ministério da Saúde para erradicar o HIV e a Aids como problemas de saúde pública no país. Ao facilitar o tratamento com uma dose única que combina dois medicamentos, Monica acredita que isso pode contribuir para melhorar a qualidade de vida das pessoas afetadas pelo HIV.

A conselheira espera que essa iniciativa não apenas simplifique o tratamento, mas também ajude a reduzir as barreiras no acesso aos medicamentos, garantindo que um maior número de pessoas tenha a oportunidade de viver com qualidade e dignidade, independentemente de sua condição de saúde.

Segundo Monica, essa decisão representa um passo significativo rumo a uma saúde mais inclusiva e acessível para todos no país.

Quanto aos critérios para a mudança na terapia, a transição será gradual e contínua, beneficiando, inicialmente, pacientes com idade igual ou superior a 50 anos, adesão regular, carga viral menor que 50 cópias no último exame e início da terapia dupla até 30/11/2023. A nota técnica da pasta destaca que esses critérios podem ser revisados em seis meses, considerando a tendência de crescimento das prescrições e a disponibilidade em estoque.


Fonte: Conselho Federal de Farmácia e Ministério da Saúde

0 comentário

留言


bottom of page