top of page

Banco de Leite tem crescimento de mais de 50%.

Um total de 814 recém-nascidos prematuros no Piauí foram beneficiados



O Banco de Leite Humano da Maternidade Dona Evangelina Rosa apresentou um crescimento de 55,6% em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo dados do Sistema de Gestão de Informação da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, da Fiocruz. Os números são de Julho a Outubro de 2023.

Ao todo, foram 714 doadoras que contribuíram com o banco de lei, o que beneficiou 814 recém-nascidos prematuros no Piauí. Os dados são comemorados pela equipe do banco em meio as celebrações do Novembro Roxo, a campanha voltada a sensibilização para as consequências da prematuridade e o fortalecimento da amamentação.

“Comemoramos muito esse resultado pois superamos a meta estabelecida para 2023, no entanto, a intenção é atingir autos suficiência em leite humano de forma que todos os prematuros internados nas Unidades de Alto Risco do Piauí tenham pleno acesso a leite humano pasteurizado sempre que sua condição clínica exigir”, disse Vanessa Paz, coordenadora do banco da MDER.


Ela explicou que a caminhada em prol da maior captação de leite humano e oferta segura aos prematuros internados nas unidades de alto risco do nosso estado é permanente, e passível de comemoração. A diretora-geral da Nova Maternidade Dona Evangelina Rosa, Cármen Ramos, o banco de leite localizado na maternidade é referência para o país.

“Na MDER está situado o Banco de Leite Humano de referência para o Piauí, importante estratégia para garantir o leite humano de qualidade para os recém-nascidos pré-termos, não só dos que nascem na MDER, como também de outras maternidades que coletam o leite das mães nos postos de coletas e enviam para ser processado nessa instituição”, afirmou.


COMO DOAR


Pode fazer a doação de leite humano toda mulher que está amamentando de forma exclusiva seu bebê, saudável, e tem leite excedente. Dessa forma ela contribui com a recuperação desses bebês que não dispõem de leite da própria mãe. “Todo o leite doado passa por um processo de pasteurização e análise microbiológica para liberação para consumo”, explica Vanessa Paz.


Para mais informações sobre as doações,


Entrar em contato pelo WhatsApp (86) 99498-5120.


Fonte: Portal o dia

0 comentário

Comments


bottom of page